Antes de 1990

No topo das preferências dos designers e também dos consumidores inquiridos estava uma embalagem em estilo de jeans. O preto, que hoje torna os BILLY BOY inconfundíveis, foi apenas uma entre 50 outras variantes de embalagens testadas: na altura, ninguém queria acreditar que uma embalagem de preservativos preta, com um símbolo fálico personificado à frente, poderia ser um êxito.